Netflix cria prêmio de US$ 100 mil para desenvolvedores de apps cloud

unnamed

Netflix Cloud Prize é dividido em 10 categorias, que oferecem um prêmio de 10 mil dólares cada; inscrições são gratuitas

A empresa  de TV sob demanda Netflix está dando 100 mil dólares para desenvolvedores que possam “melhorar a nuvem para todos”.

O Netflix Cloud Prize está desafiando desenvolvedores de todo o mundo a melhorar as funcionalidades, usabilidade, confiabilidade, qualidade e segurança dos recursos de computação oferecidos como um serviço através da Internet. As inscrições do concurso serão avaliadas por um painel de especialistas e estarão disponíveis gratuitamente para todos.

Moradores de Cuba, Irã, Coreia do Norte, Sudão e Síria não são elegíveis para participar. No site oficial da competição, a empresa diz que “o concurso é nulo nesses países, onde foi proibido ou restrito por lei. A Netflix reserva o direito de limitar ou restringir, mediante notificação, a participação no Concurso, a qualquer pessoa, a qualquer momento, por qualquer motivo”. Com exceção desses países, participantes do mundo todo podem se inscrever.


Neil Hunt, diretor-chefe de produtos da Netflix, disse: “Sem dúvida, muitas das ideias-chave que levarão a nuvem para o próximo nível ainda têm de ser concebidas, exploradas e desenvolvidas, e é disso que se trata a competição”. A Netflix diz que assim que migrou para uma plataforma de propósito geral na nuvem, seus engenheiros criaram tecnologias que já foram compartilhadas livremente com o público em geral como software de código aberto. “Estamos abrindo caminho para a adoção e uso da nuvem”, disse Hunt. “O Netflix Cloud Prize é projetado para melhorar a compreensão do que é preciso para construir aplicativos nativos para a nuvem, que aproveitam ao máximo as oportunidades para computação escalável”.

O Netflix Cloud Prize é dividido em 10 categorias, que oferecem um prêmio de 10 mil dólares cada. Eles serão julgados por um painel que inclui o diretor de tecnologia da Amazon.com, Werner Vogels, o cientista-chefe da Thoughtworks, Martin Fowler, o vice-presidente sênior da Telx e autor de “Cloudonomics”,  Joe Weinman, o desenvolvedor especialista da Universidade de Aarhus, Aino Corry e o vice- presidente de nuvem do Netflix, Yury Izrailevsky.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s